Oitava Visita à Obra - MISERERE

Ir para o conteúdo

Menu principal:

24JUL20
NONA VISITA À OBRA
Finalmente ficamos em condições de retomar as visitas à obra do Projeto MISERERE!

Naturalmente não como antes, por mão desse vírus manhoso que alterou as nossas vidas. Mas foi possível visitar a obra obedecendo às restrições para proteger a saúde. Respeitando essas regras, organizaram-se grupos com um máximo de 20 pessoas, tendo sido necessária inscrição prévia.

Ao longo deste tempo de pandemia, também nós passamos por momentos de muita preocupação. No Lar de S. Nicolau, os gastos aumentaram significativamente para proteger a saúde dos utentes e dos trabalhadores; na obra, houve interrupções por suspeita de doença que só permitiam avanço aos solavancos, tornando visível a maior dificuldade para chegar ao fim. Mas começaram a aparecer dias de maior esperança. No lar ninguém foi contagiado pela COVID-19 e apesar de tudo as obras foram avançando; mas subsistia a preocupação (ou quase angústia) relativamente ao investimento possível, ameaçado pelas novas condições. A luz da esperança surgiu quando a Câmara Municipal reafirmou o seu compromisso de cofinanciamento, o que, atendendo aos acrescidos compromissos que a Câmara Municipal teve de assumir, era muito mais do que o que poderíamos esperar. Se assim não fosse, a Santa Casa da Misericórdia não teria tido qualquer possibilidade de concluir o projeto MISERERE; mas com o cofinanciamento da Câmara Municipal, vai ser possível devolver aos feirenses e a quem nos visita uma igreja renovada, para que possa ser vivida por todos. A Santa Casa da Misericórdia de Santa Maria da Feira não pode deixar de fazer um agradecimento público à Câmara Municipal, por ter permitido concretizar o projeto MISERERE, que será seguramente uma mais valia religiosa, social e cultural, quer a nível regional quer a nível nacional.

A visita foi essencialmente para ver a obra que está quase a chegar ao fim e já tem muito para admirar. Apenas a autora do desenho dos vitrais fez uma sucinta apresentação sobre o seu trabalho, e na visita das 17 h foram atribuídos diplomas que comemoram 50 anos de inscrição aos seguintes Associados/Irmãos:
• Artur Lima (a título póstumo)
• José Joaquim Gomes Silva Giro
• Luis Alberto Higino Oliveira
• Orlando Correia de Oliveira
• Óscar Gomes Mais
• Rufino Marques Ribeiro

Sessenta pessoas esgotaram as possibilidades de visita em três turnos, que acederam com uma participação entusiasmada ao convite do Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Santa Maria da Feira, Miguel Ferraz. Muitos desses visitantes participaram das visitas anteriores, compartilhando, por isso, ainda mais, a evolução deste projeto.

Local
Igreja da Misericórdia de Santa Maria da Feira.

Data e Horário
24 de julho de 2020; três visitas com início às 17h00, 18h00 e 19h00, com duração de cerca de 1 h.

Medidas Preventivas para Controlo da COVID-19
Foi disponibilizado desinfetante para as mãos à entrada e à saída, sendo obrigatório o uso de máscara facial e distanciamento físico mínimo de 1,5 m. Para assinatura do livro de presenças, aconselha-se a utilização de equipamento de escrita pessoal. As portas de acesso aos espaços foram abertas para melhor ventilação e passagem sem manuseamento. Foi colocado um caixote do lixo para colocação de máscaras no final das visitas, às quais foi dado destino adequado. Contamos com a participação.
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal